25 de setembro de 2010

Teoria do primeiro encontro



(Oi, li um artigo num blog de "meninos" (grifo no meninos, só clicar que cai direto no artigo!), que fala sobre o primeiro encontro e as regras e blá, blá, blá. Daí pensei em compartilhar com você o fato de muitos primeiros encontros não darem certo como muita gente espera. Resolvi escrever pra você sobre as teorias que eu testei nesses primeiros 6 meses de 2010. Foram 3 encontros fracassados antes da idéia de um primeiro beijo, e um encontro que valeu por todos, (só para fins científicos); aliás, a comunidade humana devia me agradecer por ter testado tantas teorias doidas).


Então, estar cheiroso, de barba feita, dentinho escovado, cabelo penteado, isso não é tarefa da garota comentar, é coisa que a mamãe fala todo dia: “vai escovar os dentes menino!” Brincadeiras á parte, acho que isso na verdade não exige comentário nenhum, se não for limpinho não rola, é o que o Vinícius dizia: “as feias que me desculpem, limpeza, opa desculpa, beleza é fundamental”, e uma dica bacana pros meninos é usar um bom perfume, por que existe uma teoria louca de que as pessoas também se atraem pelo cheiro que o outro exala, tipo, pode ser uma combinação fatal no sentido de acabar com suas chances você usar o perfume do seu papai, uma vez que nos identificamos também pelo cheiro, é obvio que um perfume que a gente comprou, que é nossa marca por assim dizer, vai encaixar bem melhor com nosso cheiro natural.


Pra uma mulher o que vale no primeiro encontro não é quem paga a conta, hoje em dia quando a gente puxa a grana da carteira é realmente pra pagar nosso “lanchinho”, mas deixamos para o cavalheiro caso ele queira nos falar algo sobre a sua masculinidade... (não que o fato dele não pagar coloque isso em cheque, mentira, coloca sim), é que embora a maioria das mulheres seja independente, na verdade nós buscamos aquele cara que é o alfa sabe, o cara que saiba mostrar que embora nós sejamos a chefe, ele tem tudo sob controle. Então acho que o cara na hora de pagar a conta tem que fazer questão de deixar claro (nas entrelinhas), que respeita nosso status mas prefere ser romântico, pelo menos no primeiro encontro, porque tudo se resume a isso, pagar a conta ainda é o romântico, é clichê e romântico paradoxalmente e quem convida paga.


E mulher gosta dessa coisa de ser respeitada sabe, quando a gente acha um cara que finge que ouve nossa conversa não é legal, mas quando o cara realmente ouve e conversa conosco, então, nos derretemos! É bacana também quando no primeiro encontro o cara não fala da vida dele toda, porque a gente entende que se estamos saindo é uma coisa progressiva, no primeiro encontro legal falar de si, mas sem aprofundar no passado logo de cara, é bom também deixar a lady falar, afinal isso também fala muito sobre a masculinidade do cara, tipo se ele fala uma hora sem parar, ou está ansioso demais ou está subestimando a garota ou ele é algum tipo narcisista machista, em fim como diz a música da Vanessa da Matta com o Ben Harper: “um bom encontro é de dois”. Se só a garota fala ou se só o cara fala é um péssimo sinal de afinidades.


Outra coisa legal é saber quando está na hora de elevar o encontro para o nível acima, não é legal forçar o beijo se um dos dois está desconfortável, e beijo forçado é ruim "pra mais de metro", o bom é quando o cara tem aquele feeling e sabe ler nas entrelinhas e saca que ta na hora, e se tiver na hora, a garota sempre vai dar uma hesitada insegura, tipo, por dentro nós meninas pensamos um milhão de coisas indescritíveis antes desse primeiro beijo do encontro ou da ficada, e quando vocês homens perguntam porque não, a gente sempre responde com uma coisa sem pé nem cabeça, então é legal respirar 5 minutos e tentar de novo, na segunda vez o beijo sempre rola. Se o beijo acontecer de cara pode ser que a garota nem tenha pensado na hipótese e o resto pode ser desapontante, ou pode ser mútuo e aí é legal.


Outra coisa bacana é quando a gente se identifica com a conversa, e com o beijo e resolve dar a famosa esticada no relationship, se resolve sair mais vezes, se resolve namorar, se resolve outra coisa, qualquer tipo de resolução que estique o contato com a pessoa é válida, e eu sempre penso que o tempo pros dois pode até ser luxo, mas se rola química qualquer sacrifício é valido e quem está seguro do quer não corre o risco de nenhuma surpresa, é só deixar a coisa toda rolar que tudo vem naturalmente, vale a moçoila respeitar o protocolo e deixar o rapaz ligar primeiro, vale ela passar a famosa mensagem de texto dizendo sem “melação” que pensou nele e resolveu mandar um oi, vale trocar outro tipo de mensagem (subliminar? rsrsrs), penso que vale o que for bom para ambos, porque depois do primeiro encontro a coisa dá uma definida pro segundo e por aí vai. Acho que todo mundo tem suas rotinas e quando duas pessoas se encontram e conseguem encaixar suas rotinas sem ficarem desconfortáveis com absolutamente nada é um grande passo, ou é sinal de que o primeiro encontro é realmente o primeiro de muitos que virão repletos de outros planos ou é o começo de amadurecimento porque não significa que vai ser eterno, só significa que todo mundo ta na vida pra viver.

Bjus Bjus

Postar um comentário