25 de abril de 2012

Cérebro x Coração

O coração, raio mais complicado de se entender. Deixa eu explicar, o coração é um orgão muito enganoso, ele bate forte e admirado quando ouvimos mentiras ao pé do ouvido, se entristece quando os que amamos não ligam pela décima terceira vez em dois minutos. O coração nos engana. Ele não é perito em nada, é apenas um músculo que bombeia o sangue. Músculos não são inteligentes. Músculos fazem força. Músculos contraem- se. Músculos não pensam. Por isso não são capazes de tomar decisões. Já o cérebro, ( aulinha mais ingrata), o cérebro é uma massa, "massa encefálica" ?? O cérebro é o principal órgão e o centro do sistema nervoso ( mesmo assim muitos não usam), é lá no cérebro onde estão guardadas todas as nossas "faculdades mentais", nossas melhores lembranças, é onde tomamos nossas decisões, inclusive aquelas que você vive dizendo pra sua amiga que foi "uma decisão tomada com o meu coração", foi nada, pra tomar a decisão você usou seu cérebro. Mas o cérebro, também pode nos dar a sensação de que é o coração que fala, afinal, é no cérebro que reside uma coisa que chamamos de "imaginação". O AMOR NADA MAIS É DO QUE UMA ATITUDE MENTAL QUE SE TRANSFORMA EM VERBO E VEZ OU OUTRA SE TRANSFORMA EM  TOQUE E ACELERA O CORAÇÃO. Mas voltemos ao cérebro. O cérebro também programa aquilo que você deve ser. Eu ouvi muitas vezes que eu não ia dar em nada. "Você não é inteligente o suficiente, não é educada, você é ruiva demais.." Essas coisas que se falam sem saber. Esse fim de semana ouvi uma coisa muito dolorosa da minha mãe, foi como levar uma porrad... um soco na boca do estômago. Eu estava de olho em um site de vestidos de noiva americano que estava em liquidação, vendendo vestidos lindos a preço de banana. Eu comentei com ela o fato deles estarem tão baratos, e o fato de uma seda italiana ser tão cara. Ela argumentou que "é assim mesmo, essas coisas não são caras, são as pessoas que as encarecem, afinal quem vai querer casar com um vestido feito de seda italiana". Bom, "eu mãe, eu quero me casar com um vestido 100% italiano". Ela disse pra eu parar de sonhar, por que não valia a pena, disse pra eu colocar os pés no chão e me contentar com o emprego que eu tenho, por que com ele eu não posso ter nada. É numa hora como essa que o coração dói. Mas me diga, uma mentira, ele sabe fazer diferença entre uma mentira e uma verdade? Não. Se ele soubesse, muitas pessoas jamais terminariam seus relacionamentos dizendo que foram enganadas. Mas o meu cérebro enviou para  meu coração a resposta certa. Eu não preciso acreditar no que ela pensa que eu sou, ou no que ela pensa que eu tenho, eu tenho apenas que continuar lutando por tudo aquilo que sonho, por que sonhos se realizam. E por tudo aquilo que eu jamais terei, eu jamais vou me arrepender de não ter lutado. Por que o cérebro minha gente, comanda também os braços e as pernas, e desde que lutar passou a ser uma obrigação a vitória também já não é mais uma escolha, é um fato. E o amor? Bom, acredito naquele amor que nada tem haver com o coração, acredito num amor feito de escolhas, onde você opta por ser quem é com quem te merece.

Bjus Bjus
Postar um comentário