18 de fevereiro de 2013

Vingança

Faz tempo que desisti de me vingar, hoje prefiro abrir meu coração e mostrar quem eu sou, inteira e não metade. Posso apanhar de alguém, mas nunca serei condenada por não ter vivido todos os meus instantes. Levo muito a sério meu sorriso, levo mais a sério os meus amores, são eles que me enlaçam com os sonhos mais bonitos, é com eles que eu durmo toda noite. O poeta diz: "Que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure". A imortalidade não me atrai, mas a fidelidade com certeza me captura. A Vingança seria a pior forma de infidelidade, não com quem me fez mal, mas comigo mesma, que trago no peito meu coração em flor. Ser infiel desse jeito,me roubaria o sorriso, me impediria de sonhar, e isso seria como me tirar a própria vida. E o objetivo meus amados, é viver hoje, por que eu não sei se o tempo vai permitir o amanhã. Então, não tenho tempo pra me vingar... só tenho tempo pro amor.
Postar um comentário