22 de maio de 2013

Solidão

Boa noite!

Corações solitários podem se esconder atrás de belos sorrisos. Eu ainda não aprendi a lidar com a solidão. A solidão é paradoxal. Podemos nos sentir sós mesmo cercados de pessoas, mesmo sendo muito amados, mesmo tendo tudo que sonhamos. E a solidão, meus caros, bate á porta na sua madrugada mais tempestuosa, na mais clara, na mais poética. A solidão é como aquele bohemio vadio da Lapa sambando bêbado, fazendo poemas estranhos... É uma definição estranha eu sei, mas é como as vezes eu sinto a solidão dentro de mim. É como se fosse um deserto barulhento e quente, e frio e silencioso. melhor parar de tentar definir. Lutar contra a solidão as vezes é tão duro e tão feroz quanto travar uma guerra, não aconselho, a menos que sua armadura seja muito forte. Mas a solidão pode se transformar em quietude de alma, paz de espírito, basta uma escolha. Basta fechar os olhos por um minuto e apenas ter um pouco mais de fé. Não se afunde nas águas turvas da solidão querido navegante, se a solidão invadir sua madrugada... Navegue- a!
Bon Voyage!
Postar um comentário