1 de julho de 2013

Crônicas de uma Segunda- feira santa

Certas paranoias são só na minha cabeça mesmo, mas me diz aí? A segunda feira não é sempre horrorosa pra vocês? Pra mim é. O fim de semana não foi grandes coisa, parece que eu estou de ressaca e eu juro que não bebi. Pra completar, acordei com a sensação de que estava atrasada sem estar. Estranho. E o que a segunda reservou? Pessoas com perguntas estranhas. Pessoas com atitudes de segunda feira estressante. E eu, magnânima tentado manter a ironia longe do meu vocabulário. Quem pode resistir a uma certa ironia numa segunda feira duplamente horripilante? Não sou santa. Segunda feira e eu com vontade de fazer greve geral, rezando pra alguém me mandar pra casa. Mas não, me deram mais trabalho, acho que os santos devem entender isso, sempre tem um fiel fazendo uma prece. E como se não me bastasse todo o trabalho, me vieram as interrupções. O horóscopo, até o horóscopo disse que eu teria dificuldades hoje, ele disse pra eu enfrentar as barreiras que eu mesma criei. Haha, Brincou! Melhor eu rezar pra algum santo. Por falar em santo, no fundo, queridos navegantes, tudo que eu acho, é que a segunda feira precisa é de um bom café pra relaxar os nervos. E quem não precisa? A certa altura da manhã pedi pro Sr. Jorge me trazer um café com leite "pelo amor de Deus!", o pobre deve ter sentido a vibração contrária vinda de mim, por que quando fui pagar, ele não aceitou. Acontece que ele vive me dando café de graça, na semana passada ele inventou que era presente de natal, hoje ele disse que foi São Pedro quem pagou meu café. E são Pedro é Santo do quê hein? Pobre do santo que fica pagando meus cafés relaxantes. Pobre do santo que vai ter que desatar minhas barreiras. E quer saber? É segunda feira e embora eu esteja fracamente mau humorada, ainda há esperança. Será? Pra acumular, antes do fim do dia eu ainda tenho uma ou duas brigas pra comprar... o jeito é respirar fundo e rezar! Algum Santo de habilita??




Bjus Bjus
Postar um comentário