26 de janeiro de 2015

Crônicas de uma segunda- feira/ Um copo de coragem

Bom dia!
Acabo de perder um texto que estava escrevendo, isso é tão desagradável. As vezes acontece isso com as histórias das nossas vidas também. Isso me leva a mesma pergunta que fiz no texto que perdi: até que ponto devemos insistir numa coisa que não dá certo? Em ponto nenhum. A gente tem que aprender a ouvir a nossa consciência nos alertando pra não fazermos papel de idiotas. Todos temos direito a uma segunda chance, mas será mesmo que a chance vale quanto custa?  Em alguns casos a melhor coisa a ser feita é sair e bater a porta atrás de si, sem explicações. O que adianta ficar tentando ser o que não somos? Se alguém não gosta do que somos, não vale a pena. Em certas ocasiões abandonar a situação é o maior ato de coragem.


Postar um comentário