25 de março de 2015

Aproveitando


As vezes a gente se engana. E  quem pode conhecer por inteiro a engenhosa trama da vida? Um dia estamos abrindo as caixas com laços vermelhos e no outro estamos embalando tudo novamente e guardando com cuidado pra usarmos depois. Sonhos em conserva. Tem momentos que paralisam a vida inteira. A solução é sentar- se e apenas aprender a ser resiliente. As pessoas fazem perguntas, umas preocupadas, outras apenas curiosas, mas temos que aprender que não podemos responder a todos, não devemos responder a todos. Só nós conhecemos nossa dor por inteiro e ninguém é obrigado a nos entender. Alguém deveria ter dito pra Carolina Dieckmann que raspar a cabeça não dói, mas a biópsia da medula... ingênua rede globo, essa dói pra duas semanas. Nessas horas a gente descobre que no meio da engenhosa trama da vida, a família é mais do que tudo. E eu estou grata. Grata por não ter repostas e nem o controle. Grata pelos que se afastaram e pelos que se achegaram, grata pelo dia que começa e pelo dia que termina. Porque esse é o privilégio de se estar dentro da engenhosa trama da vida, aproveitar.
Postar um comentário