31 de agosto de 2015

Solteira, sim ou não?

Então, eu vou contar a história da amiga da amiga da prima, que é amiga de uma amiga minha, que achava que ia morrer solteira. Que trágico não? Um pouco dramático, um pouco forte. O tipo de coisa que se fala depois da quinta caipirinha. E ela tinha tomado a quinta, de frutas vermelhas. Eu só estou repassando os fatos, mãe do céu, não me julguem. O fato, e eu amo os fatos, é que ela estava furiosa. Ela estava muito furiosa, e a amiga da amiga da prima dessa amiga da minha amiga me disse o que ela falou depois da quinta caipirinha.
"Mas tá tudo errado mesmo! E eu vou ficar solteira pra sempre.. só porque esse mundo é ingrato. Eu estou errada por acreditar que isso seja uma realidade? As pessoas começam um relacionamento por quê? Por causa delas mesmas. Porque elas são solitárias. E começam a namorar com quem? Com pessoas que são o seu reflexo. Mas acontece que depois de olharem o reflexo, elas vêem os defeitos delas no outro e o que fazem? Tentam mudar nos outros o que não conseguem nem mudar nelas! (Pausa para um arroto). E eu, sou obrigada a ficar solteira. É por isso que as estatísticas dizem que 90 dos 130 casais que casaram hoje, não vão passar dos dois anos de matrimônio. Qual é a graça de querer mudar alguma coisa na pessoa por quem me apaixonei? Eu conheci um cara, e ele gosta de jogar poker com os amigos. E contei isso pra uma amiga, e sabe o que ela me disse? "por enquanto você não pode mudar isso nele." Porque eu mudaria algo nele? Algo que veio junto com o cara pelo qual me apaixonei?(Nessa hora o bar- man enxugou uma lágrima com o pano de prato, e o bêbado ao lado também chorou). Eu não quero ficar com alguém que acha que meu cabelo fica ruim do lado esquerdo. Quero alguém que ache divertido que eu goste de jogar boliche, e que se importe o bastante pra que eu mereça dele uma ligação, um eu te amo sincero. E o que é o amor? Um sentimento? Uma ova que é! Sentimentos são voláteis kkkk solúveis, volúveis!! O amor é um verbo. Imutável. E um verbo não se sente. Se faz. O amor é feito por duas pessoas. Não existe predestinação, milagre, alma gêmea. Existem duas pessoas que vão fazer isso dar certo, porque se apaixonaram uma pela outra. É por isso que dá certo! Vamos brindar, sorte nossa existir essa coisa de fazer amor!! Sabem quantas vezes eu saí pra jantar e o cara desapareceu antes até do primeiro beijo? Sabem quantas vezes eu fui cantada e nem tiveram a decência de me chamar pra sair? Sabem quantos caras fugiram com o buquê de flores?? Vocês não sabem?! Nem eu. E é por isso que eu vou ficar solteira, porque uma loira magra que só fala bobagem é mais bonita que eu, (ela chorou), e o cara por quem me apaixonei, prefere ouvir eu te amo, dela, eu aposto que sim. Na verdade eu não sei. Mas ele também não me disse."
Na verdade meus caros, vamos ignorar o comentário final. E ficar com este, (meu preferido): "o amor é um verbo". E vamos ficar também com a frase: "mas ele também não me disse." Já somos adultos o bastante pra entender que o amor é algo muito sério, não se pode misturar isso com sentimentos. Você pode sentir fome e se alimentar. O amor é algo como sentir fome e dar algo de comer a outra pessoa. Quando o padre diz coisas como carne de sua carne, ele quer dizer que o amor, custa muito caro, ou seja, sua própria vida, e se você ama, porque não deixar aquela pessoa saber? E bem, nossa amiga estava furiosa porque acredita nisso. Devíamos crer nisso ao nos apaixonarmos, e devíamos crer nisso quando ajudamos alguém ao longo da vida. E bom, a amiga da prima da amiga da minha amiga, disse que amiga dela foi pedida em casamento. No fim das contas. O amor vence. Porque o amor é um verbo, tão vivo quanto o coração que uma garota entrega a um rapaz.
Postar um comentário