2 de janeiro de 2017

(Não faça Nenhuma) promessa para o ano de 2017





Eu fiz uma promessa a mim mesma na virada, de escrever pelo menos uma vez por dia no meu blog, abandonado. Essa é a promessa que me fiz. Então, deixe o seu comentário, sobre promessas que nunca cumpriu e acompanha o blog, indica pras suas amigas, amigos, colegas, pra sua mãe, e deixa uma sugestão de tema, pra eu escrever, você comentar, sua amiga curtir, seu primo compartilhar! Então sem mais delongas, lá vai, do canto mais fundo do meu coração. Uma rima pra que 2017, seja muito bom.


Coloca a piscina no meio da sala
E grita com o mala.
Não deixe seu dinheiro escorrer
E vamos praticar esportes, que fz bem pra viver.
Não deixe estar rima te enganar.
Eu nunca soube rimar. (rsrsrsr)

Texto de hoje: Não faça nenhuma promessa para o ano de 2017

Eu fazia listas, com 10 itens, alguns pertinentes, outros angustiantes. Dentre eles, todo ano eu colocava: "5- tirar a carteira de motorista", não sei nem andar de bicicleta. Não tirei a carteira de motorista. Já faz 5 anos que eu me prometo isso e não faço. Outro item era o famoso: "3- Vou emagrecer 5Kg", e ganhei 10kg. Eu alcancei a meta ao contrário e quando alcancei a meta ao contrário, eu dobrei a meta. Mas tem uma meta especial que eu sempre colocava em destaque que era: "2- DEIXAR DE SER TROUXA", as vezes eu gosto de fingir que pelo menos essa meta eu cumpri. Pra me sentir menos trouxa quando me fazem de trouxa e mandar aquela frase típica: "me fez de trouxa nada, eu que dei corda pra ver onde ia a situação", todo mundo usa essa desculpa. Hoje em dia, mais realista, eu faço listas mais adultas, mais dentro do mundo real, que é, emagrecer 15Kg, (kkkkk), gastar menos com coisas supérfluas, (a não ser que sejam necessárias), comprar um ar- condicionado, por que esse calor ta f09@ pra 5@$alh*, e escrever no blog. Eu sempre penso que a grande aposta do ano, nunca são as promessas feitas, mas o nosso empenho em cumprí-las. Então é isso! Amanhã eu volto com outro assunto pouco relevante.

Bju,
Juliane.

Postar um comentário