31 de março de 2017

Querida dona de casa


Não é proibido surtar. E vai por mim, você vai surtar ao menos uma vez no mês. E não, não terá nada a ver com a TPM, terá a ver com o comportamento do seu conjugue diante do trabalho doméstico. As vezes eu não sei se o meu marido compreende completamente que eu trabalho em casa, por mais que eu saiba que ele compreende bem as coisas e me ajuda muito nas tarefas, eu não sei se ele entende que ser "dona de casa", é ser dona da bagunça que precisa ser arrumada e que não é todo dia que eu acordo disposta a arrumar a bagunça que precisa ser arrumada. As vezes eu preferia estar retornando ao meu trabalho fora de casa, porém, "médicamente", "saúdemente", eu ainda não estou pronta. O trabalho fora de casa, exigiria mais horas trabalhando, com um período de descanso que eu necessito, muito pequeno. Trabalhando em casa, (cozinhando, aspirando o chão, tirando poeira, fazendo comida, pondo roupa pra lavar e estendendo), eu posso me sentar a descansar o quanto eu necessito, entre uma tarefa e outra. No entando, nem o descanso de meia hora entre tarefas, me isenta de entrar no surto, quando eu olho pro banheiro molhado, ou pra bolsa do futebol jogada na porta de entrada. É por isso, "Querida dona de casa", que eu estou digitando estas linhas, pra dizer que você pode surtar e que se for surtar, compre-se um mimo, saia pra tomar um café, não desconte nos membros da casa, a não ser que eles não lhe ajudem. Faça suas regras, aqui em casa a cozinha fecha de sexta de noite á domingo de noite, só reabrindo na segunda, o máximo que eu faço na minha cozinha no fim de semana é café, a roupa é lavada toda segunda, aspirador toda quarta, feira na terça, etc. Eu arrumo a casa toda na quinta ou sexta feira, e o fim de semana é a minha folga. Quem tem mania de limpeza, como eu, vai manter a limpeza da casa durante a semana, pra faxina não ser tão extensa, e claro, pro surto, não matar ninguém. Então, "querida dona de casa", surto haverá, mau humor haverá, mas faça as suas regras, aqui o marido tem futebol, ele tem 2 cestos de roupa só dele, pra colocar o uniforme sujo, e o outro pra guardar os limpos, os homens são diferentes de nós, eles precisam (se a mãe deles não ensinou), de aulas bem explicadas de como as coisas são feitas, porque se não eles sempre vão achar que elas se fazem automáticamente, e não é assim, nós mulheres batalhamos pra manter a ordem da casa. Enfim, "Queridas donas de casa", aprendem isso: cozinhar, lavar, limpar, é do interesse da família toda. É isso que eu consiedero ser a rainha do lar, envolver toda a família na manutenção de tudo. Direitos iguais, surtos iguais, amor imenso.

Até a próxima, "Querida dona de casa"! (porque farei mais textos com a frase: "Não é proibido surtar")
Postar um comentário