16 de julho de 2017

Você sabe como é? Eu explico.

 

 

Confiar, você sabe o que é confiança? E fidelidade você sabe? E sobre despedidas? O que você sabe sobre elas? Já deixou alguém ir embora sem poder dizer adeus? Já disse adeus querendo que a pessoa ficasse? Já chorou querendo sorrir? E já sorriu querendo chorar não é mesmo? Alguém já te pediu pra mudar algo em você? E você já mudou por alguém? É nessa hora que as palavras machucam, muito mais que as ações que também magoam. É Bem nesse ponto da vida que você sente uma tempestade enorme se erguendo, e bom, você faz força pra acreditar que pode aguentar. Confiança é quando você fecha os olhos e sabe que pode se jogar, vai ter alguém pra te segurar. Fidelidade é quando mesmo errado, alguém se afasta de você por que acha que tem que te proteger dele mesmo? E as despedidas.. elas machucam a alma num lugar que, cara, nem sei te contar. Não poder dizer adeus é a mesma coisa que permanecer ali, no momento da partida. Pra sempre. Eu já disse adeus por fora, implorando por dentro que a pessoa aparecesse de volta na minha vida, na porta da minha casa, que tivesse a sabedoria ignorante de me dizer que eu estou sempre do lado errado. Mas tem uma hora que a gente tem que seguir em frente e chorar e sorrir ficam sendo a mesma coisa. Quando você vai embora ou deixa alguém ir, a quinta sempre fica parecida com a terça, que você sempre confunde com o sábado, e do resto,.. nada faz tanto sentido. Um "não" pode mudar sua história assim como pode te arruinar. E mudar por alguém sempre tem dois lados, por que pode ser que você encontre alguém que te faça sentir extraordinário; Como uma letra que acaba de achar sua melodia. Mas ninguém é perfeito. E o medo.. o medo nos deixa estáticos, o medo torna as possibilidades bem maiores do que elas realmente são. O medo apaga o amor. Por que o medo e a confiança... não andam juntos. É nessa hora que as palavras machucam, muito mais que as ações que também magoam. É Bem nesse ponto da vida que você sente uma tempestade enorme se erguendo, e bom, o certo é  fazer força pra acreditar que pode aguentar, que pode suportar, que pode vencer.

 

 

Postar um comentário