27 de junho de 2017

O Aprendizado - Texto de William Shakespeare

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes, não são promessas. E comeca a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.


E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quao boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa - por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que as vejamos.

Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.

Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.

Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.

Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.

Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.

Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!

26 de junho de 2017

Construindo Pontes

Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito.

O que começou com um pequeno mal-entendido, explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta.

- Estou procurando trabalho. Sou carpinteiro. Talvez você tenha algum serviço para mim.

- Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu irmão mais novo.

Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta.

- Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos.

O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.

O homem ficou ali, trabalhando o dia inteiro.

Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez da cerca, uma ponte foi construída ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido:

- Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei!

Mas, ao olhar novamente para a ponte, viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Mas permaneceu imóvel do seu lado do rio. O irmão mais novo então falou:

- Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse.

De repente, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se no meio da ponte.

O carpinteiro começou a fechar a sua caixa de ferramentas.

- Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos para você!

E o carpinteiro respondeu:

- Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...

Como as coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e construíssemos pontes com nossos semelhantes e principalmente nossos inimigos...

Muitas vezes desistimos de quem amamos por causa de mágoas e mal-entendidos.

Deixemos isso de lado.

Ninguém é perfeito, mas alguém tem que dar o primeiro passo.

Autor: Desconhecido

Fonte: http://www.pf.gov.br/anp/institucional/prevencao-as-drogas-gpred/textos-motivacionais/construindo-pontes

25 de junho de 2017

Discurso de Nizan Guanaes, paraninfo de turma na Faap.

“Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, estou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns. Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos.

Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro.
Ame seu ofício com todo o coração.
Persiga fazer o melhor.
Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência. Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha.
Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar.

E tudo que fica pronto na vida foi construído antes, na alma. A propósito disso, lembro-me de uma passagem extraordinária, que descreve o diálogo entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar daqueles leprosos, disse: “Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo” E ela responde: “Eu também não, meu filho”.

Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar e realizar, tem trazido mais fortuna do que pensar em fortuna.
Meu segundo conselho: Pense no seu País. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si. Afinal é difícil viver numa nação onde a maioria morre de fome e a minoria morre de medo.

O caos político gera uma queda de padrão de vida generalizada. Os pobres vivem como bichos, e uma elite brega, sem cultura e sem refinamento, não chega a viver como homens. Roubam, mas vivem uma vida digna de Odorico Paraguassu (Personagem da Novela brasileira Saramandaia da Rede Globo).

Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: “Seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito”.

É exatamente isso que está escrito na carta de Laudicéia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito: É preferível o erro à omissão. O fracasso, ao tédio. O escândalo, ao vazio. Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso.

Colabore com seu biógrafo. Faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor,não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido. Tendo consciência de que, cada homem foi feito para fazer história. Que todo homem é um milagre e traz em si uma revolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro.

Você foi criado, para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e caminhar sempre, com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não use Rider, não dê férias a seus pés. Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: eu não disse!, eu sabia! Toda família tem um tio batalhador e bem de vida. E, durante o almoço de domingo, tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa.

Chega dos poetas não publicados. Empresários de mesa de bar. Pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansiar, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar.

Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso. Trabalho não mata. Ocupa o tempo. Evita o ócio, que é a morada do demônio, e constrói prodígios.

O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito que aprender com aqueles trouxas dos japoneses. Porque aqueles trouxas japoneses que trabalham de sol a sol construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta. Enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho.

Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama sucesso.”

“TRABALHE EM ALGO QUE VOCÊ REALMENTE GOSTE, E VOCÊ NUNCA PRECISARÁ TRABALHAR NA VIDA” 

24 de junho de 2017

A parábola da caixinha - texto de Marynes

Um granjeiro pediu certa vez a um sábio que o ajudasse a melhorar sua granja que tinha baixo rendimento.O sábio escreveu algo em um pedaço de papel e colocou em uma caixa, fechou e entregou ao granjeiro dizendo: ” Leva esta caixa por todos os lados de sua granja, três vezes ao dia, durante um ano”.

Assim fez o granjeiro.Pela manhã , ao ir ao campo segurando a caixa, encontrou um empregado dormindo, quando deveria estar trabalhando.Acordou-o e chamou sua atenção. Ao meio dia, quando foi ao estábulo, encontrou o gado sujo e os cavalos sem alimentar.

E à noite , indo à cozinha com a caixa, deu-se conta de que o cozinheiro estava desperdiçando os gêneros. A partir daí, todos os dias ao percorrer sua granja, de um lado para outro, com seu amuleto, encontrava coisas que precisavam ser corrigidas.

Ao final do ano, voltou a encontrar o sábio e lhe disse: ” Deixa esta caixa comigo por mais um ano;minha granja melhorou o rendimento desde que estou com esse amuleto”.O sábio riu e, abrindo a caixa, disse: ” Podes ter este amuleto pelo resto de sua vida”.

No papel havia escrito a seguinte frase: ” SE QUERES QUE AS COISAS MELHOREM, DEVES ACOMPANHÁ-LAS CONSTANTEMENTE”.

Fonte: http://marynespereira.wordpress.com.

23 de junho de 2017

O IDIOTA E A MOEDA - texto de Arnaldo Jabor

Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas se divertia com o idiota da aldeia. Um pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscates e esmolas.

Diariamente eles chamavam o idiota ao bar onde se reuniam e ofereciam a ele a escolha entre duas moedas: uma grande de 400 RÉIS e outra menor de 2.000 RÉIS. Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos.

Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos.

– Eu sei, respondeu o tolo. “Ela vale cinco vezes menos, mas no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganhar minha moeda”.

Podem-se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa.
A primeira: Quem parece idiota, nem sempre é.
A segunda: Quais eram os verdadeiros idiotas da história?
A terceira: Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda.

Mas a conclusão mais interessante é: A percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.

Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas sim, quem realmente somos.

O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente.

Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação.

Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam… é problema deles.

Fonte: http://frasesmotivacao.blogspot.com/2010/04/o-idiota-e-moeda-arnaldo-jabor.html

Aconselhamento Para A Vida - texto de Sílvia Parreira

Se você se perdeu em algum momento da sua vida, não se preocupe.

Apenas retome o caminho ou comece um novo.

Às vezes se perder é necessário para se reencontrar.

Se você não gosta de alguma coisa, mude

Se você não gosta do seu trabalho, saia

Se você está procurando o amor da sua vida, páre …

O amor estará esperando por você quando você começar a fazer coisas que você ama

A vida é simples então não complique.

Aprenda a apreciar o que tem, o que você faz, o que você se tornou e quem está ao seu lado

Abra a sua mente, braços e coração para coisas novas.

E pessoas, estamos unidos nas nossas diferenças!

Importe-se, compartilhe, inspire, viva e ame.

A vida é sobre as pessoas que você encontra e sobre as coisas que vocês criam juntos

Algumas oportunidades só aparecem uma única vez, agarre-as!

A vida é curta para você não viver os seu sonhos

Esta é a sua Vida …faça o que você gosta de fazer e faça com frequência!

Sempre acredite em você.

Ouça e siga o seu coração.

Confie na sua intuição

Saiba que você pode

Reconheça as suas próprias capacidades

Sonhe e atreva-se

Ouse fazer o que você tem medo

Mantenha a fé

Lembre-se: tudo é possível se você ao menos acreditar…

Fonte: Silvia Parreira - Holistic Life and Soul Coaching

22 de junho de 2017

Grandes idéias - Autor Desconhecido

Pense como uma idéia pode ser poderosa. Toda grande invenção, todo trabalho magnífico de arte, toda conquista brilhante começou com uma idéia.

Não há limites para onde uma idéia possa leva-lo. Mesmo assim, uma idéia sozinha não é suficiente. Idéias são inúteis se alguém nãoexecutá-las. Por si só, uma idéia não é capaz de fazer nada, não é capaz de levá-lo ao sucesso. Ela só passa a ter valor quando ações correspondentes são realizadas.

Você provavelmente já teve centenas ou milhares de boas idéias, e as únicas que serviram para algo foram as que tiveram ação conectada ou causada pôr elas. Idéias criam valor quando investimos nelas nossas ações. De fato, quanto mais você age sobre suas idéias, melhor essas idéias acabam ficando. Por que? Se você nunca age sobre suas idéias, não tem que se preocupar, se elas não são realizadas ou não. Saber que você vai ter que agir baseado nessa idéia vai fazê-lo ter mais foco, ser mais realista e obter maior sucesso. A ação impõe uma disciplina saudável no seu pensamento, e traz melhores idéias a tona. Uma idéia é um mapa para o sucesso e não o sucesso em si.

Uma idéia é um ótimo começo, mas só se você agir. Respeite e valorize suas boas idéias, agindo para transformá-las em realidade.

Autor desconhecido

Fonte: http://sucesso.powerminas.com/textos-motivacionais-grandes-ideias

21 de junho de 2017

Lidar Com a Decepção, texto de Miguel Lucas


A decepção faz parte da vida. Afirmo peremptoriamente que é necessário para o desenvolvimento humano. O desapontamento, na grande maioria das vezes é um impulso para a ação, fornece-nos motivação para crescer e ir ao encontro dos nossos objetivos. A decepção pode considerar-se sempre que identificamos um erro entre aquilo que desejamos alcançar ou que acontecesse e aquilo que realmente alcançámos ou que aconteceu. Sempre que identificamos esta discrepância, na grande maioria das vezes podemos ficar decepcionados, com os outros ou conosco mesmos.


Mas é extamente essa discrepância que nos permite avançarmos, que nos permite nos questionarmos, que nos permite olhar a realidade de frente e progredirmos. A decepção é uma forma de frustração, e aprender a lidar com a frustração é uma habilidade necessária para conseguirmos lidar com as nossas emoções de forma funcional.

20 de junho de 2017

Série: Explicando Frases do Facebook - "Os forçadores de interação"


Esse está entre os que eu mais detesto. Eu chamo esse de "Os forçadores de interação". E aquelas postagens que mostram pessoas doentes pedindo "amém"? A maioria dessas postagens é feita, pasmem, por caçadores de likes. Sim, a pessoa faz a página, enche ela dessas coisas "forçadoras de interação", alcança likes, e depois muda o tema da página pro que ela quer na verdade, geralmente, algo tão ruim quanto a já existente. Sim, é assim que funciona. 


Desde Abril, eu abri meu Facebook pra 1000 pessoas, sim, fiz isso pra ver como funcionava, e pra conseguir visibilidade pra página do blog, não deu muito ibope, porque o Facebook força o dono da página a pagar por visibilidade, o que é bem chato. Então, de lá eu consigo poucas vizualizações aqui, não vale a pena pagar, ao meu ver, por que meu público não pode só curtir um layout, eu quero que o público venha ler os textos do blog, e bem, o blog tem feito seu trabalho sem página por longos 7 anos. Mas, voltando ao assunto, abri o Facebook pra 1000 pesssoas, que postam esse tipo de coisa e muito mais. um dado importante, existem muitas pessoas usando a imagem da Siméria e da Silmária, Silmara e Silvéria, Maraia e Carrey, eu não sei o nome delas, mas as pessoas estão usando a imagem delas com dizeres tipo: "Que Deus te abençõe e te guarde nesse dia"... e etc..  as pessoas estão colocando versículos bíblicos na imagem dessas cantoras de sertanejo, gente!? Limites! Essa frase aí em cima, por exemplo, extrai o melhor do meu humor, quando eu vi isso no meu mural, eu fiquei com vontade de de comentar: "eu sou obrigada"? Mas é claro que eu não fiz isso, eu só denunciei como spam e exclui a pessoa, porque agora o Facebook trabalha dessa forma, quando você não gosta de uma postagem ou quando a pessoa posta muita coisa inútil, você pode optar por denunciar por spam e usar o recurso "ver menos sobre essa pessoa", olha que lindo! No meu caso eu ando excluindo, ainda mais se observo algum conteúdo machista, e o bom, é que eu faço isso, sem me pronunciar, ninguém fica sabendo, nem a pessoa, porque ela tem 3milhões de amigos, menos um, não dá pra sentir falta, aí a gente evita magoar a pessoa, porque é desnecessário. Aí, eu deixo o meu conselho que é muito útil, ao invés de forçar um like de alguém, por que não postar algo relevante? Uma poesia bonita de algum escritor famoso, com uma imagem que condiz com o poema? Ou então, você pode tirar uma boa foto da natureza e escrever um poema seu! Exitem várias formas de ter um Facebook legal, você pode compartilhar fotos dos seus hobbies, fotos dos seus animais de estimação, pode compartilhar um negócio que você tenha, tipo, se você faz trabalhos manuais, pode vender eles, pode usar pra divulgar conhecimento útil, e nada disso explora sua intimidade sem necessidade, nem aborrece seus amigos, que é o que eu sempre digo, tem problemas com alguém? Fuja do Facebook, mandar indireta, brigar em post, ser deselegante impondo sua opinião, isso só leva as pessoas a criarem asco do seu Fecebook. Meu lema pra usar qualquer rede social é: "Não diga online, aquilo que você não diria pessoalmente". Isso evita discussão e mal entendido. Fazendo essas pequenas coisas, o like é certo, e ninguém vai se sentir importunado com spam, e você vai ter um Facebook lindo, cheio de coisas boas pra dar!

Até mais!!

19 de junho de 2017

Série: Explicando Frases do Facebook - "O Valor das coisas"

Leia essa frase, e me diga onde está o erro... aaaaaah não sabe? ESSA FRASE ESTÁ METADE ERRADA. Sim sim. 



E além de errada, ela talvez não tenha sido escrita por Bruce, jamais saberemos.

A pergunta é: Porque as pessoas tem fixura por postar esse tipo de coisa no Facebook? Porque as pessoas tem essa sede contínua de dar lição de moral nos outros, porque elas fazem orações em suas timelines? Não faz sentido, Deus não tem Facebook, assim como não faz sentido ficar jogando frases aleatórias com a imagem do Vin Diesel. Não faz sentido, e eu vejo isso todos os dias na timeline, e o que falar da quantidade absurda de versículos bíblicos que mais atrapalham do que ajudam? Eu não sei o que as pessoas pensam, mas a verdade é simples, a Bíblia repartida em versículos sem alguém pra explicar ela, não ajuda ninguém, porque a pessoa que não é de uma igreja, difícilmente verá sentido no que está escrito, e mais, vai se aborrecer por isso, por que fica parecendo que a pessoa que postou é dona de conhecimento muito elevado e ela não, fazendo-a se sentir ignorante, e isso não é uma atitude cristã das melhores nem uma forma inteligente de explicar a Bíblia a alguém. Mas vamos volar pra nossa frase do Bruce Lee.

"o que você sabe não tem valor; o valor está no que você faz com o que sabe"

Acredito que tudo que eu sei tem valor, porque euempreguei meu tempo aprendendo, as pessoas tem a possibilidade de passar a vida toda adquirindo conhecimento, um conhecimento que as vezes fica apenas dentro de nós, mas não quer dizer que seja morto ou sem valor, pelo motivo do investimento que demos a ele, ele é valorozo, mesmo que não aplicável imediatamente. E sim, existe valor dobrado quando você aplica o que sabe. Poder fazer o que sabemos, as filosofias que aprendemos, é uma dupla dádiva, porque acamos por contagiar a outros, então, a frase certa nesse caso seria:

"O que você sabe tem muito valor, e a quando você pratica o que você sabe, você sempre contagia a outros!"

Bem melhor, não é mesmo?

Olha,eu volto amanhã, tá? Pra explicar mais uma frase sem sentido!!

Até maaaiiss!!