24 de julho de 2011

O clamor de um desesperado

Existem dias silenciosos na nossa história. Certa feita, Deus fez silêncio por 400 anos, e seus profetas e suas ovelhas, estiveram andando em trevas, até que nasceu a luz! O Senhor em sua infinita bondade invadiu o natural com seu sobrenatural entregando seu Filho Jesus pra morrer por meus e por seus pecados... Ele esvaziou- se até a morte de cruz e se entregou por mim e por você e por isso, é justo servir alguém melhor do que eu, ELE. Eu me entrego a ti Senhor, por que me viste atrás das ovelhas e por que me tirou do curral, viste o meu pecado e não me detestou antes me amou com a tua morte, MESMO EU SENDO POBRE E PECADOR, DESTINADO A NÃO VIVER NA LUZ. Que amor seria maior do que este? Entrego a ti os meus desejos, meus planos e meus projetos, "Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal." 1 Timóteo 1:15". Jesus que amor superaria o teu? Nem por toda riqueza poderia ser comprado, ata o meu nome no teu braço esquerdo, e inceneia- me com as brasas do teu amor, até que toda imperfeição seja purificada e eu te glorifique com meu ser. Pouco me importa que me descaracterize, contanto que me pareça contigo sei que estarei bem. Pouco me importa que o amor a ti seja reputado por perda. Abro mão dos meus sonhos pra te servir,PRA DEIXAR QUE O SENHOR SONHE EM MIM, por que faz sentido estar aqui, se é quando te adoro que me sinto a vida, então nada mais me importa! Se é em tua casa que encontro prazer, hoje encontro a vida. Tu se fizeste de servo, pra que nós fossemos teus amigos. Senhor, toma os cravos que tem em minha vida, pegue meus espinhos, apare minhas arestas, trabalhe em meu coração, tome a minha voz, seja minha força, que de hoje em diante minha justiça própria seja dominada pela tua soberana vontade, que os desejos e os caminhos do meu coração sigam os teus caminhos e seja guiados como que pelo teus olhos. O Senhor me deu o que o Senhor tinha de melhor, e quero corresponder a este amor, receba minha entrega Senhor... há em mim Pai o anseio de corresponder a teu amor, quebra meu coração, amolece meu coração, tira a dureza de dentro dele, e ajuda o meu esforço pra correr pra ti, por que essa é a vontade que há em mim, CORRER PRA TI! Hoje entendo o que é ter sede como uma terra seca, há muito tempo estive seco, num deserto criado por mim, há muito tempo estive num deserto procurando por alguma coisa que me pudesse saciar, então assim como a corça, prefiro as tuas águas, assim como o pardal desejo encontrar minha casa em ti! Seja meu pão, seja meu respirar, e que tua vontade em mim seja o Teu trono sendo exaltado! E é assim que todo silêncio cessa, á festa na casa onde retorna o filho que se havia perdido...
Erga Senhor, o teu reino em minha vida, seja meu Rei... 

Postar um comentário