25 de maio de 2013

Diga sim ao amor

Boa noite queridos navegantes, hoje eu gostaria de falar de amor. Sabe, amor pra mim é tudo, busquei o amor em todas as canções, poemas, filmes; pra descobrir que no final das contas ele morava mesmo dentro de mim. E, de certa forma é coerente ser assim, por que o amor é engrenagem que move o mundo, quem foi que disse isso mesmo? Na primeira vez que me deparei com o amor, ele se chamava Vitor, éramos tão crianças, mas meu coração disparava, tínhamos 8 anos cada um, ele pegava na minha mão, beijava minha bochecha e eu ficava feliz. Mas eu cresci, meu primeiro namorado foi com 24 anos, e então, eu conheci o outro lado do amor, um lado que doeu no final. Levei 1 ano e um pouco mais pra me recuperar do tombo. Mas o amor é isso, pode ser que você encontre a pessoa com quem vai dividir a vida pra sempre, e pode ser que você esteja com a pessoa com quem você vai terminar daqui a duas semanas. O que eu tiro de tudo isso é que a gente tem que aprender a viver o momento. Se a pessoa te magoou a responsabilidade por sentir a mágoa é sua. A gente pode escolher apenas amar, sem mágoa, sem desejar mal, sem querer mal. Eu, decidi amar, apesar de me fazer de durona, dizer que não penso mais em amar. Mas vale á pena, vale á pena chorar por amor, como dizem os poéticos, vale á pena morrer de amor, vale á pena ter um coração descompassado, beijar longo, abraçar muito, vale á pena sonhar, ser romântica, vale á pena amar e eu digo sim. DIGO SIM AO AMOR, e digo isso em letras maiúsculas gritantes por que o mundo é melhor com amor, as pessoas são mais bonitas quando amam, e por que eu amo amar. Eu só tenho uma prece pra quem não sabe amar ou pra quem teve o amor perto e não soube segurar: Que você seja muito feliz, que Deus te dê alguém que te ame muito, alguém que você ame mais que a você mesmo, alguém que te faça suar de noite e sorrir de dia, alguém que te ame a ponto de você querer se tornar um com ela. É o que eu desejo navegantes, que nossos QUASES LÁ, se tornem em FELIZES PARA SEMPRE.

Postar um comentário