25 de março de 2017

Chocolate


Você sabia que a origem do chocolate é pré- Colombiana? Quem disse que os colombianos não fizeram nada bom, errou, e feio! A civilização Maia, cultivava o cacau, e já fazia chocolatinho quente, com baunilha ou pimenta, há pelo menos 3 mil anos atrás. Engana-se quem pensa que o chocolate nasceu na Europa, o cacau, sua matéria prima, já residia nas Américas, por causa do clima, tropical, lógico! Na fase das colonizações (ou explorações desordenadas e mal educadas, dos europeus pelas américas), o chocolate foi também descoberto e transportado pra lá, a receita, porque o clima de lá, não favoreceu o plantio do cacau e por consequencia, a manufatura do chocolate. 
Existe no mundo da história, uma divergência enorme sobre a origem do nome "chocolate", alguns acreditam que a etimologia seja espanhola, outros afirmam ser Asteca, ooutros dizem ser Maia, e outros acreditam quem é uma misturinha dessas três hipóteses. Quando o chocolate foi pra Europa, começaram as adaptações, a bebida que era tomada in natura, ganhou leite, açúcar e anis. E já naquela época, a bebida era vista como energética, quase um slogan antecipado do neskau. Em 1657, em Londres, (o lugar mais pontual do mundo), foi inaugurada a primeira chocolataria, sim, o chocolate acabava de virar doce (porque antes era só bebida). Quem diria que o chocolate estaria nos lugares mais importantes do mundo, durante colonizações, evoluções industriais, e ele estava lá sim, o chocolate tornou-se expectador de intrigas políticas e virou até motivo de obra de arte! Em 1765 surge a primeira fábrica de chocolate nos Estados Unidos, a companhia Baker's. Assim nascia a industria do chocolate, subistituindo todo processo manual usado pra produzir a iguaria. Os maiores destaques dessa industria, você bem pode imaginar, mas eu vou dizer, foram membros das famílias Hershey, Caldbury, Fry, Rowntree, Cailler, Suchard, Peter, Nestlé, Lindt e Toble. Olha esse trecho retirado da https://pt.wikipedia.org/wiki/Chocolate que explica passo a passo de como o chocolate ganhou toda a importância que ele tem, através dessas pessoas que eu citei acima:
"Em 1819, era construída em Paris pelo químico francês Pierre Pelletier a primeira fábrica que utilizava o vapor no seu processo de fabricação. No mesmo ano, François-Louis Cailler fundava em Vevey a primeira fábrica suíça de chocolate. Em 1831, Charles-Amédée Kholer estabelecia outra fábrica em Lausanne, também na Suíça.[9]Em 1828 o chocolateiro holandês Coenraad J. van Houten patenteou um método de retirada da gordura das sementes torradas. Com a sua máquina, uma prensa hidráulica, Van Houten conseguiu fabricar o cacau em pó. Depois, tratou esse pó com sais, como carbonatos de potássio ou de sódio, para facilitar sua mistura na água. O produto final tinha uma cor escura e um gosto suave. O cacau em pó tornou possível a fabricação do chocolate sólido. Em 1849, o inglês Joseph Fry produziu a primeira barra de chocolate comestível.[3][5][10]Nesse mesmo período foram desenvolvidos vários processos que contribuíram para criar o chocolate como é conhecido atualmente. Em 1879, Daniel Peter, chocolateiro suíço, teve a ideia de usar leite condensado, inventado pelo químico Henri Nestlé em 1867, para fazer o chocolate ao leite.[3][5] Nesse mesmo ano Rodolphe Lindt inventou um processo para melhorar a qualidade dos bombons de chocolate.[3]
Em 1913 foi publicada pela Baker's Company a primeira receita de "tabletes de baunilha", um doce feito com manteiga de cacau, açúcar, leite e baunilha, depois batizada de "chocolate branco" que não leva cacau na fórmula, apenas a gordura tirada da semente.[10] Durante as grandes guerras mundiais o poder energético e antidepressivo do chocolate é reconhecido pelo exército dos Estados Unidos e começa a fazer parte da "ração D" levada pelos soldados.[9][10] Nos EUA, Forrest Mars lança o M&M's em 1941, pastilhas de chocolate recobertas com uma camada de açúcar colorido. Ele tinha visto soldados espanhóis comerem algo parecido durante a Guerra Civil Espanhola. Atualmente a Mars é a maior compradora de cacau do mundo.[10]

Agora que falamos de dados históricos, vamos falar de saúde! O chocolate que é devorado por nós com tanto amor, prazer e satisfação, também possui efeitos muito benéficos pra saúde, o chocolate é um produto altamente energético, pros dias de prostração não existe coisa melhor, o chocolate in natura (amargo), sem leite, possui antioxidantes que dão uma mãozinha ao sistema cardiovascular, que é tipo uma proteção, sabe? Impedindo a pressão de subir, impedindo que as gorduras ruins grudem nas artérias, e lógico, como é antioxidante, ele previne o envelhecimento celular. Mas ei, vamos com calma, por que o chocolate também é muito rico em calorias, eu diria trilhardário! Sim, ele possui elevados teores de gordura! Mas calma, ele é rico em alguns minerais, e algumas vitaminas, e o conteúdo da gordura do chocolate é essencialmente de origem vegetal, o que significa que é pobre em colesterol, uma vez que o chocolate ao leite contém apenas cerca de 3,5% de gordura láctica.
Foi desmistificado que o chocolate provoca acne, por exemplo, e também que supostamente ajudaria a reverter processos de depressão, e no entando, embora ele não contenha nada viciante que mexa com o comportamento humano, a sensação de prazer ao comer um chocolatinho, é maravilhosa, e acho que se deve mesmo, ao sabor excepcional do chocolate. 
Ai, eu vou terminar esse texto e comer chocolate, viu!?  Mas antes, uma curiosidade, os suíços são famosos por seus chocolates, mas só por eles são a população que mais consome chocolate do mundo!!
Fui!


Postar um comentário