21 de março de 2017

Dicas de vestidos para madrinhas de casamento

Vamos falar sobre alguns modelos de vestidos específicos para madrinhas de casamento, e suas ocasiões, espero que amem o que vou escrever, que curtam, compartilhem e se inscrevam no blog! E me avisem se quiserem mais sobre noiva!!

1- Casamento de dia (de manhã até a tarde), cerimônia relizada na igreja ou no campo, seguido de almoço. 

O casamento de dia, (eu acho mega chic, contanto que nunca seja num sábado ou num domingo), é fruto de uma noiva (e noivo) sofisticados, e geralmente o tipo de recepção que acompanha esses casamentos, são recepções breves, somente para pessoas intimas do casal. Nesse caso a madrinha pode usar vestido curto? Não, a não ser que a noiva seja louca de permitir, no caso da noiva ser louca, recomendam- se vestidos curtos na altura dos joelhos ou na altura da canela, os famosos modelos "godê". A madrinha, nesse caso, deve usar tons pastéis, ou mesmo um tecido de motivos floridos, não chamativo, num vestido longo, fluido e não sensual, (por que não sensual? Porque é de muito mau tom chamar atenção ofuscando a noiva). Por ser uma cerimônia de dia, com recepção a tarde, recomendo, dependendo do ambinte onde o casamento for celebrado, o velho, não brega e muito famoso chapéu, ainda mais se o casamento ao invés de ser celebrado na igreja, for celebrado num lindo jardim ou num campo, um sítio, ou coisa parecida. Abaixo, seguem as fotos com as ideias propostas: 





2- Casamento de tarde até a noite, cerimônia na igreja seguido de jantar formal em salão ou casa de festas. 

Outra modalidade de casamento, geralmente provindo de noivos abastados, cujos detalhes saírão na Caras (rs). Esse tipo de casamento costuma incentivar grandes produções por parte da noiva (para ela mesma e para as madrinhas), que Deus sempre ilumine as noivas e não permita que elas limitem as suas 30 madrinhas na cor de vestido que ela (a noiva), disponibilizar. É de muito mal tom da noiva escolher as cores dos vestidos de suas madrinhas e convidadas e ainda fazê-las combinar as cores das gravatas dos seus parceiros com seus vestidos, a não ser que ela se disponha a pagar por cada modelo escolhido em certa cor, fora isso, madrinhas, coloquem juízo nas cabeças de suas protegidas noivas. Para um casamento midiático, eu recomento sempre o brilho, ainda que usado de maneira sóbria, o sóbrio é aquele bêbado que não dá pinta de bêbado, sabem, reconhecem? Quem nunca chegou em casa fingindo estar sóbrio? O sóbrio pode ser preto, que é clássico, elegante e atemporal, o sóbrio pode ser carmin, azul escuro, verde esmeralda e diversas outras cores sóbrias, brilhantes como a seda, ou como um vestido bordado de pedrarias,(mas tenham o bom senso de deixar a noiva ser o brilho principal, por favor), e não recomendo renda, em nenhuma hipótese, esse vestido deve sempre ser longo, por tratar-se de uma festa que atravessará a noite, e provavelmente, será uma noite de gala, nesta o casião, querida madrinha, deixe os vestisdos curtos (acima do joelho e/ ou acima das canela), para as demais convidadas, se for o caso. Vamos aos belíssimos exemplos: 





P.s.: Noivas, não fiquem neuróticas.

Para as noivas e madrinhas de Petrópolis, que querem algo original, não alugado, tenho uma dica de costureira e modelista.

Se interessar, entre em contato pelo blog, e eu forneço o contato da modelista.

Postar um comentário